Paratireoides

As glândulas paratireoides, localizadas atrás da tireoide, são responsáveis pela secreção do hormônio paratireoideo (PTH), importante para o controle do nível e da distribuição de cálcio e fósforo, o qual atua em três órgãos-alvo: ossos, trato digestório (intestino) e rins.

Hiperparatireoidismo

O Hiperparatireoidismo é caracterizado pelo aumento da produção do paratireoideo (PTH), resultando na elevação dos níveis de cálcio no sangue. Pode ser classificado como Primário; Secundário e Terciário. Na maioria dos casos, a causa não é identificada, mas existem fatores que podem influenciar o aumento da produção e variam conforme o tipo de hiperparatireoidismo.

Hiperparatireoidismo Primário

O que é?

Trata-se da forma mais comum de Hiperparatireoidismo, caracterizado pela presença de um tumor benigno da glândula paratireoide.

Causas

Os fatores que podem resultar no acometimento pelo hiperparatireoidismo primário são:

  • Adenoma (tumor benigno) na glândula paratireóide;
  • Hiperparatireoidismo Familiar;
  • Ainda que raramente, o Câncer de paratireóide;
  • Neoplasia endócrina múltipla.

Diagnóstico

Para o diagnóstico, é essencial uma avaliação médica, a fim de entender as queixas do paciente, analisar os sintomas e, possivelmente, solicitar exames para confirmação.

Tratamento

O tratamento é cirúrgico com a remoção das glândulas paratireoides doentes, sendo que em alguns casos utiliza-se a dosagem intra-operatória do paratormônio (PTH) para confirmação do tratamento cirúrgico adequado.

Hiperparatireoidismo Secundário

O que é?

O hiperparatireoidismo secundário, geralmente, acomete pacientes renais crônicos ou com deficiência de vitamina D (muito comum).

Causas

É possível que o hiperparatireoidismo secundário ocorra devido à deficiência de vitamina D e insuficiência renal crônica, como já citado acima, como também por outros problemas que interferem na ação do hormônio da paratireoide e pela hiperplasia (aumento) das glândulas.

Diagnóstico

Para o diagnóstico, é essencial uma avaliação médica, a fim de entender as queixas do paciente, analisar os sintomas e, possivelmente, solicitar exames para confirmação.

Tratamento

O tratamento para casos selecionados também é cirúrgico, por meio da chamada paratireoidectomia total ou subtotal com ou sem autoenxerto, o que significa a remoção de todas as paratireoides com ou não a preservação ou autoenxerto de parte de uma delas, a menos doente.

Nunca pare de aprender

Áreas de atuação
Conheça os Profissionais

Tire as suas dúvidas

Entre em Contato

Entre em Contato

1148619649

Mande uma mensagem

11 93236-4881

Envie um e-mail

atendimento@oncocp.com.br

Faça uma visita

Rua Pirapitingui, 80 Sala 1402/1404 • Ed. Escritórios Vergueiro • Liberdade • SP

Ainda tem alguma dúvida?